terça-feira, 20 de outubro de 2009

Despachante com rapidez, segurança e profissionalismo.


Wellington Curvelo do Nascimento

Despachante Documentalista no Rio de Janeiro

DESPACHANTE DOCUMENTALISTA FEDERAL 
Matrícula funcional n°01956 CRDD/RJ

Entre em contato:
horário comercial : 09:00 ás 17:00hs. 
Atendimento em todo o Rio e Grande Rio.

Telefax: (021) 2220-2679 / 2524-2085 
      Cel:  (021) 97925-5015 / (024) 98109-5767 ( TIM )
      Cel:  (021) 96447-4147 / ID 46*11459  Whatsapp

Escritório

Rua Treze de Maio, nº 23 - 19º Andar - Sala 1936  
Centro - Rio de janeiro - RJ 
Cep: 20031-007


* VISTORIA E TRANSFERÊNCIA NA MESMA SEMANA *

Emplacamos o seu veículo em 48 hs, em qualquer Concessionaria do RJ
( * Faça um orçamento * )
Parcelamos em até 12X* no Cartão  

SUSPENSÃO DO DIREITO DE DIRIGIR E LEI SECA*

Análise do processo para verificar se é viável entrar com recurso, sendo viável, entraremos com recurso em todas as instâncias, com equipe de advogados qualificada, e acompanhamento do processo em todas as etapas até a conclusão, envio de emails para acompanhamento do cliente sobre o seu processo.

Documentos que precisa para consulta


Cópia habilitação e notificação do Detran.
Entre em contato ou envie um Whatsapp e faça um orçamento!!

REGULARIZAÇÃO DE VEÍCULO BLINDADO* 
- Legalizamos seu veículo junto ao exército. 
• INCLUSÃO DE BLINDAGEM
• VEÍCULOS BLINDADOS
• CERTIFICADOS JUNTO AO EXÉRCITO PARA PESSOA FÍSICA E JURÍDICA

CADASTRO ANTT - Cadastro, Recadastro, Inclusão ANTT‎
- Pessoa Física ( Autônomo )
- Pessoa Jurídica ( Empresa )
- Curso TAC e ETC:
- Inclusão de veiculos:

DESBLOQUEIO DE VEÍCULOS SINISTRADOS RJ NA MESMA SEMANA ***

Tem que trazer o carro no RJ **

Local de vistoria

Paty do Alferes / Miguel Pereira ( Próximo da divisa do estado de MINAS GERAIS )
Belford Roxo / DNER Irajá / Nova Iguaçu ( Rodovia Presidente Dutra para que vem por São Paulo )

O sinistro e baixado na hora da vistoria e emissão do documento 2016 no nome do proprietário do veiculo.

Emplacamento de 0 KM ( Emplacamos seu veículo em sua residência ou na revenda onde foi adquirido.)

Licenciamento ANUAL 2016

Serviço de motorista ( custo adicional )

Transferência de Propriedade

Segunda via do certificado de registro de veículo (crv)

2ª via do certificado de registro e licenciamento de veículo (crlv)

Desbloqueio de veículos sinistrados

Baixa de veiculo

Remarcação de chassi e motor.

Comunicação de venda


Transferência de jurisdição / Troca de município / Mudança de endereço / Vistoria em Trânsito / Vistoria lacrada / Transformação de combustível GNV / Inclusão de Blindagem / Baixa de alienação / Inclusão de gravame comercial / Baixa de Sinistro.

Os serviços de vistoria e transferência são agendados e acompanhado por despachante habilitado no dia da vistoria.

Legalização junto ao DETRAN/RJ.

SÓ LIGAR QUE VOU AO LOCAL ATENDER...

Não enfrente filas!! Menos burocracia, mais agilidade na documentação que você necessita!

Preços justos e segurança.

Cuidados na hora da venda do seu veículo.

Nunca venda um veículo sem obrigar o novo proprietário a preencher o CRV e assiná-lo, seja venda particular ou em concessionária. Assine o seu nome no lugar destinado ao vendedor e reconheça sua firma por autenticidade. Tire duas cópias e, só então, entregue o documento original ao novo dono. Uma das cópias deve ser levada ao despachante, em até 30 dias a partir da data da negociação, para que seja feita a comunicação de venda.

Cabe ao novo proprietário, no prazo de 30 dias, sob pena de multa de 120 ufir; realizar a transferência de propriedade. Porém, se ele não o fizer, o ex-dono do veículo, a partir da comunicação de venda, estará isento de qualquer responsabilidade quanto a multas e a pontos negativos. Uma vez bloqueado, o atual comprador não conseguirá licenciar ou fazer qualquer outra transação no documento, a não ser transferir para seu nome.


O exercício da profissão de Despachante Documentalista.

O despachante documentalista, apesar de ser uma das profissões mais antigas, ela somente foi regulamentada pela Lei Federal n.º 10602, de 16 de dezembro de 2002, que criou a profissão de despachante documentalista, através de seus conselhos Federal e Estaduais, que pode desenvolver suas atividades junto aos órgãos de trânsito (DETRAN’s) e Prefeituras, agenciando documentos, e tem por finalidade, auxiliá-lo na obtenção das mais diversas certidões e documentos, evitando que você tenha que entrar em contato direto com cartórios, Fóruns ou qualquer tipo de repartição pública municipal, estadual, federal, militar etc. Você poderá estar distante do mesmo, ou ainda nem saber exatamente em qual cartório está o registro cuja certidão necessita!

Atribuições

Além da retirada e análise de certidões e contratos; análises de compra e venda e  de confecção do contrato, também estão entre as principais atribuições dos despachantes:

 ° Representar o cliente junto a entidades públicas e privadas;
 ° Dar seguimento a negócios;
 ° Despachar mercadorias;
 ° Zelar pelos interesses dos clientes junto das repartições e organismos públicos;
 ° Estabelecer a ponte entre o indivíduo ou a empresa e as repartições ou entidades públicas;
 ° Contribuir para a resolução de problemas burocráticos

 ° Ter muita experiência burocrática.


Evite problemas futuros, antes de contratar um serviço ou até mesmo efetuar depósitos de valores, consulte a idoneidade do prestador de serviço.

Conselho de Ética CRDD/RJ -- http://crddrj.com.br/

Detran vai reprovar veículos poluídores na vistoria anual

O Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) assinam, às 10h deste sábado (26/9), no Posto de Vistoria do Detran da Barra da Tijuca (na interseção da Av. das Américas com Av. Ayrton Senna), o Convênio de Cooperação Técnica para a efetivação do controle de emissão de gases poluentes e de ruídos nos veículos automotores registrados e licenciados no Estado do Rio de Janeiro.

Com isso, segundo o presidente do departamento, Fernando Avelino, o Estado do Rio de Janeiro será o primeiro do país a realizar tal fiscalização em toda a sua frota de veículos, “o que acontecerá a partir do primeiro dia útil de 2010, quando os que estiverem expelindo gases poluentes além do previsto nas normas ambientais serão reprovados na vistoria anual”.

Durante o evento – que está relacionado à campanha Rio 2016 – serão feitos testes de medição de gases expelidos por diversos veículos e apresentado um vídeo com as perspectivas eletrônicas de como será o Posto de Vistoria da Barra da Tijuca depois de totalmente reformado.

Em janeiro, carro que polui o ar será reprovado na vistoria do Detran
A partir do primeiro dia útil de janeiro de 2010, todos os veículos submetidos à vistoria do Detran do Estado do Rio de Janeiro passarão pela inspeção de emissão de gases poluentes. Os reprovados não terão o documento de licenciamento emitido. Atualmente, essa inspeção só é feita na frota-alvo, ou seja, veículos de grande circulação, como táxis, vans, caminhões e ônibus.

A suspensão da inspeção dos automóveis aconteceu porque os carros passaram a ter injeção eletrônica e, por isso, o tempo de verificação da emissão na alta rotação passou a ser de mais de 40 minutos. É que os motores inteligentes, dotados de dispositivos eletrônicos, dificultam a estabilização da aceleração em 2 500 RPM (Rotações por Minuto).

Ao constatarem que 98,7% dos carros reprovados o eram na baixa rotação do motor, o Detran e o Inea decidiram, então, fazer a vistoria com a aceleração reduzida.

A partir daí, o Detran está adequando seus equipamentos para a fiscalização, que começará, em caráter provisório e educativo, entre setembro e dezembro próximos, iniciando na Região Metropolitana, para, depois, chegar ao interior.

Em janeiro de 2010 a prática começará para valer em 100% da frota do estado, com o Detran, em parceria com o Inea, atuando no controle para aperfeiçoar os registros da qualidade do ar. O departamento, que já é pioneiro no controle de aferição de gases veiculares, será também o primeiro do país no campo ambiental a cumprir integralmente as determinações do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).


Fonte: Secretaria de Comunicação Social do Estado do Rio

REGULARIZAÇÃO BLINDAGEM EXÉRCITO, POLICIA CIVIL E DETRAN RIO DE JANEIRO


Wellington Curvelo do Nascimento

Despachante Documentalista no Rio de Janeiro

DESPACHANTE DOCUMENTALISTA FEDERAL
Matrícula funcional n°01956 CRDD/RJ

Entre em contato:
horário comercial : 09:00 ás 17:00hs.
Atendimento em todo o Rio e Grande Rio.

Telefax: (021) 2220-2679 / 2524-2085 
      Cel:  (021) 97925-5015 / (024) 98109-5767 ( TIM )
      Cel:  (021) 96447-4147 / ID 46*11459  Whatsapp

Escritório

Rua Treze de Maio, nº 23 - 19º Andar - Sala 1936  
Centro - Rio de janeiro - RJ 
Cep: 20031-007

Email: despachante@r7.com / wcurvelo@hotmail.com


Regularização de documentação para Blindados



Desde 2009 é obrigatória a inclusão dos dizeres “Veículo Blindado” no próprio documento do carro, tanto CRLV (Documento de rodar), como CRV (documento de transferência). 
A carteirinha até então utilizada, foi substituída por uma declaração de blindagens atualmente expedida pelo exército a qual autoriza o Detran a realizar a inclusão da informação no documento, e o veículo é considerado irregular, caso não tenha passado também pelo procedimento no Detran. 
Despachante especializado pois, como em todo processo burocrático, corre-se o risco de perder muito tempo e dinheiro para conseguir cumprir com todas as exigências feitas pelos órgãos competentes. 
Transferência e documentação de veículo blindado

Assessoria para regularização da blindagem, com agilidade e experiência em todos os ajustes junto ao Exército, Polícia Civil e Detran.





Legislação

COMO BLINDAR, VENDER E TRANSFERIR UM BLINDADO

A blindagem de veículos automotores, em geral, foi desenvolvida para criar um obstáculo de defesa para os cidadãos, em relação a agressões de bandidos, cada vez mais acentuadas nos grandes centros urbanos. Ela pode ser feita com chapas de aço ou com mantas de elevada resistência para absorção do impacto de projéteis de armas de fogo. Os vidros, porta-malas, capô do motor e até pneus recebem um nível de proteção proporcional ao serviço solicitado.
Como se trata de um recurso de segurança, a blindagem de um veículo deve obedecer normas técnicas da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, que classifica as blindagens para impactos balísticos e fixa critérios de avaliação.
A última atualização aconteceu em 2005 com a norma ABNT NBR 15000:2005 que especifica como deve ser realizada a construção, rastreabilidade, acabamento e embalagem da blindagem e, também, determina os requisitos de avaliação, os métodos de ensaio e os níveis de aceitação e rejeição das mesmas.
A norma aplica-se tanto às blindagens dos elementos transparentes (vidros) quanto opacas (lataria) e especifica materiais e composições balísticas e suas associações, de acordo com os níveis de proteção, diretamente relacionados à forma, material, ângulo de incidência, energia e área do impacto.
Como blindar seu carro:
O primeiro passo é procurar uma empresa blindadora autorizada pelo Exército, que irá solicitar a Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados da entidade a autorização para blindar o carro especificado, conforme o nível de segurança contratado. Para tanto é preciso juntar ao pedido o RG, CPF, comprovante de residência, CRLV do veículo, Certidões negativas criminais da justiça federal, estadual e militar, referente aos últimos 5 anos, atestado de antecedentes criminais do comprador, o qual será deferido ou indeferido conforme a regularidade da documentação. Uma vez deferido o pedido, o serviço é realizado, registrando-se junto ao DETRAN a característica do carro estar blindado. Após isso, a empresa blindadora apresentará ao cliente o Certificado de Registro, o qual comprova que o veículo foi blindado com a autorização do Exército Brasileiro em perfeita regularidade com a legislação e com os materiais adequados ao nível especificado de proteção, bem como emitirá um Termo de Responsabilidade, que conterá o nível de blindagem, o nome e CR da empresa blindadora, nome ou logotipo do fabricante das partes blindadas, com respectivo CR, mês/ano de blindagem - numerado, datado, assinado e em duas vias, uma para arquivo, outra para o cliente. Esse procedimento se torna necessário devido a grande preocupação do Exército Brasileiro com o aumento da produção de veículos blindados, considerados produtos controlados, como as armas de fogo, e o grande número de empresas blindadoras no mercado.
O cliente deve sempre exigir da empresa blindadora o Certificado de Registro e o Termo de Responsabilidade. Além disso, é importante o procedimento de ter atenção para os níveis de blindagem disponíveis no mercado, de 1 a 4.
Como comprar um carro já blindado:
O primeiro passo é procurar uma empresa vendedora de carros blindados e solicitar seu Certificado de Registro junto ao Exército. Após isso, a revenda deverá solicitar autorização de venda à Região Militar de sua jurisdição para vender aquele veículo específico. Esse documento deve ser acompanhado do RG, CPF, comprovante de residência, CRLV do veículo, certidões negativas criminais da justiça federal, estadual e militar, referente aos últimos 5 anos, atestado de antecedentes criminais, do comprador, o qual será deferido ou indeferido conforme a regularidade da documentação.
Uma vez deferido o pedido de autorização, a revenda poderá vender o carro ao comprador e a Região Militar emitirá documento para fins de registro no órgão de trânsito estadual (DETRAN). Dessa forma, o novo CRLV passará a informar tratar-se de veículo blindado com autorização do Exército Brasileiro, que será entregue ao proprietário ou seu representante legal.
Transferência de veículo blindado:
A venda do blindado usado somente poderá ser feita a pessoa interessada que esteja autorizada pela Secretaria de Segurança do Estado onde resida. O vendedor de um carro blindado pode evitar problemas se procurar as empresas revendedoras do ramo que poderão auxiliá-lo na venda do usado blindado, respeitando e cumprindo as exigências legais com mais precisão. O Certificado de Registro e o Termo de Responsabilidade devem ser entregues ao novo proprietário. O novo proprietário deve sempre exigir o Termo de Responsabilidade da blindadora, pois o mesmo constitui uma garantia da responsabilidade civil da empresa pelo serviço realizado. Os carros blindados que não acompanham o Termo de Responsabilidade, normalmente, são desvalorizados, pois o Termo vincula a empresa blindadora aos possíveis problemas que possam surgir na blindagem, mesmo após o termino do prazo de garantia.
Um dos problemas mais comuns, enfrentado pelos que compram veículos blindados é ter conhecimento sobre a delaminação dos vidros. Isso acontece, em média, após 2 ou 3 anos da blindagem quando se formam bolhas de ar pelo deslocamento do policarbonato entre as placas do vidro, tornando-o vulnerável. Para evitar essa possibilidade, o usuário deve realizar vistorias periódicas ou até trocas, ao longo do tempo como forma de garantir a total eficiência da blindagem.
Essa é uma informação importante de ser repassada para o futuro proprietário, pois no momento da negociação ela pode determinar o valor do preço de venda do veículo. Outra importante informação é que os fabricantes de vidros blindados oferecem, em média, dois anos de garantia, de modo que dependendo da data de instalação da blindagem, isso pode ser utilizado como argumento contra o vendedor do usado, garantindo ao comprador um preço melhor.
Efetuada a venda, o antigo proprietário deverá notificar a Secretaria de Segurança de seu estado sobre a transferência do veículo.

Os serviços de vistoria e transferência são agendados e acompanhado por despachante habilitado no dia da vistoria.

Legalização junto ao DETRAN/RJ.

SÓ LIGAR QUE VOU AO LOCAL ATENDER...

Não enfrente filas!! Menos burocracia, mais agilidade na documentação que você necessita!

Preços justos e segurança.


Evite problemas futuros, antes de contratar um serviço ou até mesmo efetuar depósitos de valores, consulte a idoneidade do prestador de serviço.


Conselho de Ética CRDD/RJ -- http://crddrj.com.br/

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

REGISTRO ANTT PESSOA FISICA E JURIDICA RIO DE JANEIRO


Wellington Curvelo do Nascimento

Despachante Documentalista no Rio de Janeiro

DESPACHANTE DOCUMENTALISTA FEDERAL
Matrícula funcional n°01956 CRDD/RJ

Entre em contato:
horário comercial : 09:00 ás 17:00hs.
Atendimento em todo o Rio e Grande Rio.

Telefax: (021) 2220-2679 / 2524-2085 
      Cel:  (021) 97925-5015 / (024) 98109-5767 ( TIM )
      Cel:  (021) 96447-4147 / ID 46*11459  Whatsapp

Escritório

Rua Treze de Maio, nº 23 - 19º Andar - Sala 1936  
Centro - Rio de janeiro - RJ 
Cep: 20031-007

Email: despachante@r7.com / wcurvelo@hotmail.com





Transportador Rodoviário de Cargas - RNTRC (+)

ANTT - AGENCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES

RNTRC - Registro Nacional de Transporte Rodoviário de Carga

Conforme Resolução nº 3056, de 12 de março de 2009, as empresas transportadoras rodoviárias de cargas, 
as cooperativas de transporte rodoviário de cargas e os transportadores autônomos, 
que formam o universo do transporte rodoviário de cargas no Brasil, 
terão que atender aos requisitos da referida Resolução para se registrarem no RNTRC e se adequarem aos termos desta Resolução.

Fazemos para você ou sua empresa toda a parte burocrática e lhe entregamos o Registro e os Adesivos em mãos rapidamente.

Para a Obtenção / Renovação do Registro ou para Atualização de Frota, entrem em contato.


Atendemos Pessoas Físicas e Jurídicas.

ANTT - Registro, inclusão/exclusão de veículos, recadastramento, alteração de dados, certificado ANTT.

O que é Necessário:

Pessoa Física - Autônomo:
RG e CPF ou CNH
Documento do Veículo
Comprovante de Endereço
Número do PIS

Pessoa Jurídica - Empresa:
CNPJ
CPF, RG ou CNH (de um dos proprietários da empresa)
Documento do Veículo

Inclusão de Veículos:
CPF, CNH ou CNPJ
Documento do Veículo

Curso TAC e ETC:

Curso TAC Autônomo
Curso ETC Empresa






SÓ LIGAR QUE VOU AO LOCAL ATENDER...

Não enfrente filas!! Menos burocracia, mais agilidade na documentação que você necessita!

Preços justos e segurança.

Evite problemas futuros, antes de contratar um serviço ou até mesmo efetuar depósitos de valores, consulte a idoneidade do prestador de serviço.

Conselho de Ética CRDD/RJ -- http://crddrj.com.br/